Carrinho de compras
Seu carrinho está vazio

Atendimento

0

DESCONTO VIA PIX

3% OFF pagando à vista no Pix!

PARCELAMENTO

Parcele suas compras em até 12x.

ATENDIMENTO ONLINE

Esclareça suas dúvidas com nossa equipe.

FRETE GRÁTIS

Acima de R$300 na cidade do Rio. Opções de envio para todo Brasil.

COMPRE E RECEBA HOJE

Consulte áreas e horários.

Atualizando informações ...

Cateter Picc Mono Lumen 1,0 FR - 15cm - Poliuretano - Blenta

Ref: 5003.01.15-1
Marca: BLENTA
Disponibilidade: Imediata

Por:
R$ 599,00

R$ 581,03 à vista com desconto
ou 12x de R$ 72,62 com juros
 
Simulador de Frete
- Calcular frete
Frete e prazo de entrega
Descrição Geral

Cateter Picc Mono Lumen 1,0 FR - 15cm - Poliuretano - Blenta

Componentes:

  • 01 Unidade de Cateter para inserção endovenosa 01.15-1.;
  • 01 Fita métrica de 50cm;
  • 01 Pinça Metálica;
  • 01 Garrote de Silicone 20cm;
  • 01 Conector intermitente luer lock (segurança);
  • 01 Introdutor Silflash 22 Ga.

Para que serve:

O Cateter para Infusão Endovenosa (PICC) Blenta é recomendado para administração de nutrição parenteral, soluções hiperosmolares e intravenosas em pacientes neonatais, lactentes e pediátricos que requerem tratamento parenteral prolongado. É especialmente útil para pacientes com enterocolite necrosante, aqueles internados em unidades de terapia intensiva, indivíduos submetidos a cirurgias prolongadas ou períodos de jejum prolongados, e pacientes com alterações metabólicas.

Como usar:

  1. Lave as mãos utilizando a técnica antisséptica apropriada.
  2. Posicione o paciente de forma adequada, considerando a veia a ser utilizada.
  3. Execute o procedimento sob estrita assepsia cirúrgica.
  4. Realize a técnica com a assistência de outro profissional e reúna todo o material necessário na área designada.
  5. Escolha o local da punção e meça a distância até o ponto central de inserção. Utilize vestimenta e instrumentação estéreis.
  6. Prepare-se e prepare o material necessário.
  7. Prepare o dispositivo, evitando deslocamentos prematuros do introdutor, e conecte o cateter.
  8. Realize a higienização e antissepsia da área conforme os protocolos institucionais.
  9. Efetue a punção da veia com o introdutor silflash e, após obter o retorno sanguíneo, remova cuidadosamente o mandril metálico que guia o introdutor, deixando apenas a cânula removível.
  10. Insira cuidadosamente a extremidade do cateter através do introdutor descartável, com o auxílio de uma pinça, avançando lentamente até alcançar o comprimento desejado. Não utilize pinças dentadas.
  11. Se houver dificuldade para avançar o cateter, aplique lentamente uma solução fisiológica para conferir maior rigidez ao cateter e facilitar a abertura das válvulas que possam estar impedindo seu avanço.
  12. Aplique leve pressão no local da punção e remova cuidadosamente o introdutor descartável, descolando-o.
  13. Verifique a permeabilidade.
  14. Aplique um curativo oclusivo.
  15. Fixe o cateter e proceda com o tratamento pós-procedimento de acordo com os critérios da instituição.
  16. Realize controle radiológico para verificar a posição do cateter.
  17. Conecte suavemente o sistema de infusão, evitando aplicar pressão excessiva.

Precauções:

  • Evite cortar o comprimento do tubo do cateter para prevenir lesões venosas.
  • Siga rigorosamente a técnica descrita na literatura especializada.
  • Esteja atento às características gerais do paciente em todo o procedimento.
  • Monitore os sinais vitais e a saturação antes e após o procedimento.
  • Durante o procedimento, mantenha o paciente conectado ao monitor de saturação e frequência cardíaca.
  • Observe qualquer sangramento durante o procedimento.
  • Faça a lavagem do cateter antes e após a infusão.
  • Não utilize o cateter para administração de sangue ou seus derivados para evitar obstruções.
  • Evite coletar sangue pelo cateter pelas mesmas razões. Lave o cateter ao trocar o equipamento de infusão.
  • Evite a administração de certas substâncias como difenil-hidantoína, gluconato de cálcio, bicarbonato de sódio, dopamina e dobutamina, pois podem causar obstrução do cateter.
  • Inspeccione o local de inserção a cada troca de curativo em busca de sinais de infecção, como flebite, hematoma ou ruptura do cateter.
  • Utilize seringas com capacidade mínima de 10 ml para evitar ruptura do cateter.
  • Realize o pós-tratamento de acordo com os protocolos da instituição.
  • Mantenha a observação pós-tratamento e siga os critérios institucionais.
  • Mantenha um fluxo mínimo de infusão de 2 ml/h.
  • Lave as luvas de látex para remover resíduos de talco

Advertências:

  • Não reutilize o produto - Uso único.
  • O produto é estéril e foi esterilizado com óxido de etileno.
  • Evite o contato do cateter com álcool, acetona ou outros solventes orgânicos.
  • Manipule o produto com cuidado em todos os momentos. Pressão excessiva, especialmente em conjunto com outros equipamentos, pode danificar os conectores. Colocação inadequada pode resultar em complicações como embolias, hemorragias e perfuração vascular.
  • Realize o procedimento em condições estritamente assépticas. Contaminação do cateter durante o procedimento pode levar a complicações como flebite, infecção e sepse.
  • Se o cateter estiver obstruído, evite aplicar pressão excessiva, pois isso pode levar à sua ruptura. O uso de lúmens inadequados aumenta o risco de infecções associadas ao cateter (IAC).

Marca: Blenta

Anvisa: 81158510018

Clique aqui para ver mais produtos Blenta.

Avaliações

Produtos visualizados

Carregando ...